segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

_O que um dia fomos..._

Dou por mim a relembrar,
O que o vento leva...
O que o meu peito guarda,
Aquilo que um dia foi,
Aquilo que um dia poderia ter sido.
O tempo atrás não volta...

A lembrança e a saudade teimam em trazer de volta
O que um dia fomos
E que já não seremos.
A doença tudo mudou,
Tudo e todos alterou.
Tu partiste, nós ficamos...
Até quando?!

Esperar-te? Sempre...
É o desejo de ser o que um dia fomos, mas que já não seremos...

Joana Carvalho, 1-12-08

4 comentários:

jose andrade disse...

Máis uma vez estás de parabéns. estas palavras têm sentimento, dor, saudade,e muito amor,esteja ela onde estiver deve estar orgulhosa do rebento que cá deixou.
Já agora nõa tenhas pressa em te juntar a ela,fazes cá falta e ela têm todo o tempo para esperar.
Parabéns
Jose Andrade

BC disse...

Olá Joaninha,
Queria tanto estar perto de ti certamente teríamos grandes conversas, mas como estamos longe só te posso enviar por aqui toda a minha solidariedade sempre presente
Beijinhos
Isabel

BC disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
Fátima Vargas disse...

Olá, Joana!
Venho muitas vezes consultar o seu blog. Cada vez que leio o que escreve, fico emocionada com o seu amor e dedicação à sua mãe. Esteja onde ela estiver, não tenho dúvida de que está a sorrir e feliz por ter uma filha tão querida e tão doce.
Tantos pais por esse mundo fora dariam a vida para terem dos filhos uma décima parte do amor que a Joana tem dentro de si. Continue a ser forte! As maiores felicidades nos seus estudos e aproveito para lhe desejar um Natal repleto de Paz e Saúde.
Um beijinho da Fátima Açoriana