sábado, 10 de janeiro de 2009

Ajuda-me Mãe...

O espírito natalício (e não só), deixou de tal maneira de ter o mesmo significado…que até me esqueci de colocar o sapatinho debaixo da árvore de Natal no dia 24 à noite. Já não consigo viver os momentos com o mesmo entusiasmo de antes, pois em todos eles…sejam eles quais forem, há sempre o vazio pela tua ausência… Vazio que se torna em sufoco!
Ver a casa decorada, ver a árvore de Natal…passear e ver as decorações, ver famílias juntas…e pensar que já não estás fisicamente entre nós, é duro demais…ainda me parece mentira.
Aquando do almoço de Natal, no dia 26, ver todos à mesa, menos tu…recordar anos anteriores em que estavas entre nós, com o teu fantástico sorriso, sempre linda…é uma grande agonia, que sentirei sempre.
Olhar para fotos tuas, e pensar no que vivemos…recordar certos momentos…imaginar outros mais que poderíamos viver, se não fosse a maldita doença que te tirou de nós…
Imaginar como seria ouvir novamente a tua voz…sentir o teu cheiro…sentir-te perto de mim… Agora nas férias do Natal, tive com algumas das tuas roupas na mão, e impressionante como muitas delas, continuam com o teu cheiro…o que ao senti-lo, me dá um aperto grande, muito grande no coração.
Fui ao cemitério “ver-te”, olhei para a tua foto…pensei no quanto seria bom poder tirar-te de lá…ter-te novamente entre nós… Não sei, não sei como ultrapassar este vazio, este sufoco, esta dor, esta revolta que a tua partida deixou em mim… É duro demais Mãe, viver sem ti!! Quantas vezes em pensamento peço o teu impossível regresso?! Sei que já não é possível, mas sabes bem a dor que sinto em não te ter perto de mim…a dor de não poder telefonar-te as vezes que quiser para contar-te novidades, a dor de simplesmente não poder ouvir a tua voz… Ajuda-me Mãe…ajuda-me a curar esta ferida!!!
ADORO-TE…

Joana Carvalho, 10-1-09

12 comentários:

Cláudia disse...

Simplesmente: sem palavras. Bjs e força...mta força

Cláudia Isabel disse...

querida amiga:

depois de ler isto vejo em ti uma pessoa muito lutadora. e como dia o comentário anterior não há palavras para dizer seja lá o que for.
continua a lutar com muita ... mas muita força.

beijinhos

jose andrade disse...

Nos dias festivos a dor é maior, pela ausençia dos entes queridos,Todos nós sentimos a sua falta,habituamonos a sua ausênçia mas nunca os esqueceremos.A frida vai fechando mas a dor não.
Força continua a crescer e irás tornar-te numa Grande Mulher.
Esteja ela onde estiver está feliz. por ti.
Bjks
José Andrade

fatinha disse...

Tbém eu senti muito a falta da minha mana linda, nos detalhes das coisas do dia a dia , que antecede o Natal, nada voltará jamais a ser igual sem a magia dela.Pensa e vive as coisas boas que ela deixou ficar dentro de cada um de nós que a amávamos, e aí tudo será mais leve de suportar a sua ausência.
Bjs doces da Tia

TIBEU disse...

JOANA ELA AJUDA-TE
sERÁ SEMPRE O TEU ANJO DA GUARDA. BJ AMIGA

Licas disse...

Joana
É a primeira vez que a visito, mas não consegui ficar indiferente à sua súplica. Há 5 anos que a repito quase todos os dias, mas Ela, Eles não voltam.
Acredite que só a sua força interior e o dar-se aos outros sem medida a ajudará a preencher a cadeira vazia.
O tempo vai ajudá-la, mas nada será como antes. Já reparou que só agora se sente verdadeiramente adulta?
Com a sua mãe, partiu a criança que havia em si, mas ficou a maturidade, os valores que lhe foram transmitidos e a vontade de fazer perpetuar de uma forma saudavel a sua presença.
Tenha força. Ela paira sobre si numa estrelinha brilhante que para sempre iluminará a sua existência.
Quando quiser passar pelo meu cantinho, terei gosto em recebê-la.
Um abraço
Licas

BC disse...

A mesma fotografia, mas na anterior o entusiasmo era diferente,e a cor também, de cor viva, passou a preto e branco
por momentos pensei que estavas a reajir melhor, mas agora ao chegar aqui vejo outra vez uma Joana triste.
Entendo tão bem a perca Joana e é perfeitamente natural, o lugar está vaio, mas aos poucos tu vais conseguir pensar na tua mãe como o tal anjo que te vai protegendo na caminhada que é a vida.
Muitos beijinhos para ti
Isabel

NELIO disse...

CÁ ESTOU EU DE NOVO JOANA PARA UM NOVO DESAFIO,PASSA LÁ NO MEU ESPAÇO PARA SABERES DE QUE SE TRATA,BEIJINHOS..

Helena Paixão disse...

Nem quero imaginar o dia em que terei de passar pela mesma situação. Só de pensar nisso dói. Vivê-lo..... deve doer bem, bem fundo... Força Joana, muita força para ultrapassares esta fase e aprenderes a conviver com esse peso no coração (não passa mas aprende-se a suportá-lo).

Bjs :-)

Anónimo disse...

Olá, Joana!
Fiquei sem palavras ao ler a sua súplica! Simplesmente não sei o que dizer, excepto que lhe desejo muita força e coragem e que sei que a sua mãe está a protegê-la a cada momento que passa.
Beijinho, Joana, vamos lá a levantar essa cabecinha pois bem merece!!
Fátima dos Açores

borboleta isa disse...

ÉS UMA GRANDE LUTADORA MH PRINCEXA...
ÉS MT ESPECIAL PRA MIM...
A TUA LINDA E LUTADORA MÃE ESTÁRA SEMPRE OLHAR POR TI...SERÁ SEMPRE O TEU ANJO...E ÉS LUTADORA CM ELA...
BEIJÃO LINDA

Nuno Pontes disse...

Nao desistas enquanto nao alcançares! Bjs