sábado, 31 de janeiro de 2009

_"Como o Mundo é tão pequeno..."_

(foto tirada no baptizado do meu primo João Pedro, em 2003)
Hoje, descobri que a mãe de uma recente amiga minha (que por acaso tem também o mesmo vício do que eu - rally), conheceu a minha mãe. Ela quando me referiu isto, fiquei logo curiosa por saber algo mais...e até falar com a senhora em questão...e...foi mesmo isso que aconteceu, ti mesmo a falar com a mãe dela. Gosto sempre de falar com pessoas que tenham conhecido a minha mãe, e ouvi-las falar sobre ela. É como se voltasse atrás no tempo...
A mãe dela, que é também enfermeira (Maria Luzia Silva), conheceu a minha mãe num estágio que realizou no serviço do Hospital dos Marmeleiros, Medicina I, ou seja, no serviço onde a minha mãe trabalhava.
"Eu estive lá em estágio, ela era muito competente e responsável...", referiu a Enf. Luzia.
Pelo que as colegas e os colegas sempre me disseram da minha mãe, ela gostava sempre de fazer o que estava para fazer, e então depois descansar um bocadinho. Por vezes, havia colegas que não conseguiam acompanhar o ritmo dela...mas os que tinham o ritmo dela, gostavam de fazer os turnos com ela, porque assim nunca nada atrasava.
"Pois, é realmente o que se passava...ela corria para todo o lado, era uma trabalhadora nata. Como o Mundo é tão pequeno...!", afirmou a Enf. Luzia Silva.
Gostei desta "descoberta" de hoje...gostei de a ouvir falar da minha mãe...gostei de uma vez mais a recordar!
Como sempre referi: TENHO ORGULHO EM SER TUA FILHA...ADORO-TE MÃE!

3 comentários:

xana disse...

fogo amei o teu texto....amei mesmo! está muito lindo! Inda bem que o mundo é pequeno:) porque se não nunca te tinha conhecido! És uma pessoa excelente bjinhos****

Fátima Vargas /Açores) disse...

Olá Joana,
Mais um texto tão bonito em homenagem à sua mãe. Cada vez que entro no seu blog, fico boquiaberta com tamanha grandeza, com tamanhos sentimentos... que vêm duma pessoa tão jovem. É lindo!
E é verdade, este mundo é tão pequeno, ainda bem que assim é, ou não teríamos as oportunidades que temos de nos conhecer e partilhar o que nos vai na alma! Força, minha amiga!
Fique bem Joana!
Beijinho
Fátima

as velas ardem ate ao fim disse...

Oha fizeste me chorar...

um abraço mto apertadinho